Epic – Uma aventura no reino dos Eldar

Com o pretexto de mostrar o jogo ao nosso amigo Morgado, fizemos um pequeno cenário para o Epic, jogo antigo, mas que para mim continua a ser dos melhores já produzidos pela GW.

O jogo colocou uma força de 5.000 pts de Eldar contra a Guarda Imperial.

Muita força aérea em campo, embora no caso da Guarda Imperial se tenham esquecido dos caças em casa e por isso num turno todos os bombardeiros vieram abaixo. Mas o forte poder de fogo imperial bem como o tamanho das unidades Eldars, (Isto de ser de Elite e ter pouca gente tem que se lhe diga) levaram a melhor e decorridos 4 turnos os Objectivos Imperiais estavam defendidos e 2 dos 3 objectivos Eldars estavam tomados.

Uma vitória dos Imperiais a pedir com toda a certeza uma desforra dos amigos de orelhas pontiagudas.

Foi também uma excelente ocasião para experimentar a mesa modelar do club especialmente adaptável a jogos desta escala. Obrigado Pombeiro.
Enfim mais uma grande joga no club e um sistema de jogo a que espero voltar muitas vezes mais

O cenário

A cidade

Parte da força de Eldars

Mais Eldars

Coluna Mecanizada dos Imperiais a ser sobrevoada pela força aérea

A artilharia da Guarda Imperial com Baneblades e Shadoswords por perto

Titans dos Eldars emboscados ou “protegidos”?

Depois desta acção da valente aviação Eldar lá se foi a supremacia aérea do Império

Como destruir Super Heavys, ou o azar começa a perseguir os Eldars

O azar continua a perseguir os dois aliados que jogavam com Eldars, Pombal e Morgado… que dupla!!!!!

Como os Eldars perderam o seu flanco esquerdo

Lady Luck estava do lado do Império, Henrique e Miguel começam a ser proibidos de rolar dados em conjunto

E pronto era uma vez um flanco

Com a conquista do objectivo do centro o jogo estava perdido para os “Laranjinhas”, grande resistência e inflingindo pesadas baixas.

Advertisements